Facebook hackeado: como saber se os seus dados vazaram no ataque

Armamento dos Estados Unidos é vulnerável a ciberataques
11/10/2018
Dados de 30 mil funcionários do Pentágono foram expostos
16/10/2018

Via: https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/2018/10/facebook-hackeado-como-saber-se-os-seus-dados-vazaram-no-ataque.ghtml

Por Helito Beggiora, para o TechTudo

 

O Facebook disponibilizou uma página de suporte que permite descobrir se o seu perfil foi afetado pelo recente vazamento de dados, que afetou cerca de 30 milhões de usuários. A rede social informa que ainda está investigando o caso, mas já é possível verificar se a sua conta foi atingida e, em caso positivo, saber quais informações foram expostas.

Após a descoberta da vulnerabilidade, como medida de segurança, o Facebook finalizou a sessão de milhões de pessoas, que precisaram fazer login novamente no celular, PC e até mesmo em aplicativos terceiros – como o Tinder. Entretanto, nem todos os usuários que tiveram a sua sessão encerrada foram afetados. Confira, no tutorial a seguir, como fazer a verificação no seu perfil.

Passo 1. Acesse facebook.com/login e entre na sua conta.

Faça o login com a sua conta do Facebook — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Faça o login com a sua conta do Facebook — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Passo 2. Em seguida, abra a página de suporte sobre o vazamento de dados (facebook.com/help/securitynotice).

Passo 3. Role a tela até a seção “Minha conta do Facebook foi afetada por esse problema de segurança?” (quadro em azul claro). Existirão duas possibilidades:

  • A frase “sua conta do Facebook não foi afetada por esse incidente de segurança” indica que a sua conta não foi afetada.
Exemplo de conta não afetada — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

Exemplo de conta não afetada — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

  • Caso contrário, o Facebook mostrará quais dados foram expostos. No exemplo da imagem, a rede social informa que o nome, endereço de e-mail e telefone vazaram. Por outro lado, o hacker não teve acesso a senhas e cartão de créditos cadastrados.
Exemplo de conta afetada — Foto: Reprodução/Lifehacker

Exemplo de conta afetada — Foto: Reprodução/Lifehacker

× WhatsApp